terça-feira, 22 de julho de 2008

10º Festival Internacional Cidade do Porto, Pavilhão Rosa Mota

Estamos prontos para mais um festival de dança na cidade do Porto, bem pertinho de casa e com uma boa oportunidade de ver pares estrangeiros, principalmente para quem ainda não assistiu a competições internacionais. Este festival conta, habitualmente, com a participação de quase todos os pares nacionais da categoria open, bem como de vários pares intermédios e até iniciados que aproveitam a oportunidade para se estrearem num contexto mais internacional. É sempre uma boa experiência que, este ano, o Manuel e a Sara resolveram aproveitar. Vão competir no escalão de juventude, tendo que "enfrentar" pares de um nível mais avançado. Nada que não se resolva : ). De resto, os professores participam em Adultos IDSF e os restantes pares não reuniram condições para participar, maioritariamente por culpa das férias!
Esperamos, no entanto, a assistência e provável claque do Amaral, do Paulo, da Sarinha, da Cátia de Oliveira de Azeméis, que demonstra já um verdadeiro interesse pela modalidade, apesar de estar connosco há bem pouco tempo.
Então até lá e divirtam-se!
Ah!É já este sábado, 26 de Julho, no Pavilhão Rosa Mota.

9 comentários:

Cátia disse...

Com as danças de salão foi amor à primeira vista :)

E sábado, se até lá não acontecer nada de imprevisto, estarei a fazer claque, sim!!


Beijinhos

Ana Oliveira disse...

Eu ligo para combinarmos ; )
Vai tratando da jantarada : )
O que te tinha dito na mensagem que não chegou: é normal e muito bom que tenhas espírito crítico e encontres os teus erros. A melhor forma de nos corrigirmos é ver nos vídeos. A maioria das vezes, ficamos desiludidos. Pensávamos que estávamos a fazer melhor. Mas é assim que se evolui.Agora, depois do espectáculo, temos que fazer um espectáculo mais técnico. Espero que as aulas possam começar em Setembro (A Ana Luísa ficou de dizer).
Beijinhos

paulo disse...

porque é que não está "Paulinho" e esta "Sarinha"? =(

Cátia disse...

Lol

Paulo, então achavas que mandavas as tuas piadinhas quando queres e ainda tinhas direito a diminuitivos nos tópicos do blog? ;)

Piadas não dão direito a diminuitivos não é assim Ana? ;)



Sim, já percebi que é assim que conseguimos, de facto, analisar o nosso trabalho e a forma como dançamos. Aconteceu-me o mesmo o ano passado, quando vi pela primeira vez o vídeo do meu primeiro espectáculo de danças de salão. Apesar de, nessa altura, não nos ter sido passada técnica, vi coisas que não gostei mesmo nada e que com a vossa ajuda este ano consegui corrigir.
No entanto, agora surgem novos pontos onde "atacar".
É mesmo assim, tenho ainda muito a trabalhar. Mas ainda bem! ;)


Esperemos mesmo que em Setembro regressem as aulas.

Beijinhos!

Ana Oliveira disse...

Paulinho: se tivesse escrito o tópico do festival depois da piada do tópico anterior, aí estava a razão. Mas como foi antes, na minha total ignorância das tuas ideias, humm...já sei...é Sarinha porque ela é mulher!

Paulo disse...

Sim realmente Paulo é mais nome de homem do que Paulinho! Obrigado Professora! Sinto me muito mais Homem! Acho que já nem vou usar base nem body...nada disso! E vou sair das danças... acho que jogar futebol e abraçar me a homens quando marco golo é muito mais masculino do que dançar com uma menina toda gira!

Ana Oliveira disse...

Ah, pois é...e tomarem banho todos juntos em vez de verem miúdas giras como aquela checa a mudar de roupa. Muito mais macho.
Mas pronto...mesmo assim não saias das danças que nós gostamos de ti aqui e a tua miúda é a sorte grande: é gira e um amor ; )

Cátia disse...

Lol
Por acaso achei piada ao que escreveram. Sempre disse o mesmo ;)
Os jogadores de futebol (nada contra os mesmos! Aliás, quem diz futebol, diz outros desportos colectivos) acham-se bastante machos, muito mas muito mais que os dançarinos, que fazem o que querem com a anca (tal como eles gostavam de fazer, embora nunca o cheguem a admitir, óbvio!); que dançam com o sexo oposto e que não partilham um balneário com aquilo que já conhecem!

Mas muito mais machos! ;)

Ana Oliveira disse...

Exacto ; )
Não generalizamos, claro, mas falamos para aqueles que mantêm preconceitos em relação aos dançarinos, que, infelizmente, ainda existem. Ainda! Miúdos que não querem dizer aos colegas que dançam. Por favor!