terça-feira, 2 de setembro de 2008

Ranking Mundial, para melhorar a vossa cultura de dança : )

Para responder à dúvida do Amaral, e uma vez que o Vescovo passou para profissionais, aqui vai uma breve actualização dos melhores lugares do Ranking Mundial: em primeiro lugar, melhor par do mundo, primeiríssimo, par com mais pontos.... não, ainda não é o Stefano Di Filippo, vencedor do German Open. Este par italiano encontra-se em sexto lugar no Ranking Mundial. Em primeiro está, neste momento, Alexey Silde e Anna Firstova, o par russo que ficou em segundo lugar no German deste ano. Em segundo lugar, os croatas Zoran Plohl e Tatsiana Lahvinovich, a estrondosa ruiva. Em terceiro, Jurij Batagelj e Jagoda Strukelj, par esloveno. Até ao vigésimo lugar estão colocados mais seis pares russos, coisa pouca ; ) Se a minha vida fosse só dança gostava de ter nascido na Rússia, mas não sei se aguentava o frio : )
O querido do Amaral, Emanuele Soldi e Elisa Nasato, par italiano, encontra-se em 17º lugar.
O nosso par vizinho já bastante conhecido, Nicolas Garcia e Marsha Turlupova, está num agradável 45º lugar. Por cá, mas mais para lá das fronteiras do que dentro, o par Carlos Custódio e Elena Plescenco lidera a lista de pares portugueses, no 123º lugar. Os vossos queridos professores subiram bastante com as últimas competições, encontrando-se no lugar 495º. Acima encontram-se apenas mais seis pares portugueses: Pedro Borralho e Tatiana Santos em 213º, Nuno Moreira e Mette Elkjar em 267º, Kyryl Shkuryeyev e Bárbara Ribeiro em 277º, Pedro Vieira e Ana Silvestre em 442º e Ricardo Marques e Sandra Silva em 457º. Isto num total de 3442 pares, em que o último par português da lista se encontra no lugar 2987. Como a Babi já não dança com o Kyryl, podemos elevar o nosso lugar nacional no ranking mundial, se assim se pode chamar, para o sexto, uma finalíssima de aventuras internacionais : )
Se tiverem paciência para consultar a listinha de 3442 pares, poderão fazê-lo em www.idsf.net
Eu, com tantos nomes nos quais espero não ter cometido nenhuma gralha, tenho que ir descansar dos Ks e Ys. ; )

10 comentários:

Cátia disse...

Agora é só copiar os nomes para o youtube e começar a ver os vídeos ;)


Depois digo qual o par que mais gostei, Ana!

Ana Oliveira disse...

É esse o espírito ; )

Cátia disse...

Bem, aqui fica o balanço do que fui vendo Ana;)(estava a ver se alguém se atrevia a comentar mas como parece que não, vou eu fazê-lo)

Como lhe disse, gostei muito do par italiano, Stefano di Filippo e Anna Melnikova :) Gosto do "partnening" que me parece existir entre os dois!

Do Alexey Slide e Anna Firstova só encontrei um vídeo, uma rumba, e gostei. Mas só vi mesmo esse.


Zoran Plohk e Tatsiana Lahvinovich. Vi alguns deste par e gostei muito dela. Achei realmente estrondosa a forma como ela se move. Foi das dançarinas que mais gostei de ver dançar!
Como par, percebe-se porquê o segundo lugar no ranking;)

Do par que ocupa o terceiro lugar, vi poucos vídeos. Foi um par que, embora não saiba explicar porquê, não me prendeu a atenção com os seus vídeos.


Durante esta minha visita pelo youtube, encontrei muitos outros vídeos de muitos outros pares. Entre eles, houve alguns de que gostei muito também.

São eles:
Michael Malitowski e Joanna Leunis
Franco Formica e Oksana Lebedewa (ou Oksana Nikiforova) - acho que gostei de o ver com ambas. A Nikiforova pareceu-me muito sensual:)
Maurizio Vescovo e Melinda Törökgyörgy

Para além destes, os dançarinos que tenho já como referência de alguns tempos:
Bryan Watson e Carmen Vincelj - No entanto, tenho que dizer que sempre que vejo os vídeos deles olho muito mais para ele do que para ela. Ele sobressai mais do que ela, na minha opinão.
Slavik Kryklyvyy (não sei qual é o par dele actualmente. Já o vi dançar com a Karina Smirnoff e com a Elena Khvorova. Gosto mais da Elena Khvorova)


Vou aqui deixar também um comentário acerca da dança que mais gostei de ver até agora. Já a vi muitas vezes e já conheço o vídeo há bastante tempo. Os protagonistas são Sergey Ryupin e Elena Khvorova:) Uma rumba muito muito boa (na minha opinião), ao som de "Fields of Gold":
http://www.youtube.com/watch?v=NOiByplrkX4


E é tudo:)

Ah é verdade, também vi alguns pares que não gostei mas a verdade é que, como não gostei, não fixei os nomes. Sei que vi um vídeo do Stefano di Filippo com o anterior par, a sua irmã Annalisa di Filippo e sinceramente não gostei muito dela.
Vi também o vídeo de uma Anastasia (não tenho a certeza se o nome é este e se é, não sei se está bem escrito), penso que é irmã mais nova da Anna Melnikova, e também não gostei muito dela. Mas também só vi um vídeo por isso...


Beijinhos!

Ana Oliveira disse...

U-au!Fizeste muito bem o trabalho de casa, Cátia. É assim que nos ajudamos a nós mesmos a evoluir. Quanto mais vires mais cultura de dança terás e, igualmente, memória visual para aplicares movimentos e expressões na tua dança. A um nível muito avançado é difícil encontrar transferência directa para as coreografias de iniciados, mas não tenhas dúvidas de que o fazes e que, mais tarde, a tua evolução será também consequência da tua aprendizagem visual.
Quanto às tuas preferências, são todas elas bem legítimas. : )
O Franco Formica com a Oksana Nikiforova eram um dos meus pares favoritos. Foram várias vezes campeões em amadores, e, agora com a Lebedewa,venceu em profissionais no German Open de 2007. Este ano, à última da hora, não apareceu. Entretanto, o Vescovo está em profissionais. É o par que mais vezes vi a dançar ao vivo. A primeira vez que os vi foi num vídeo do campeonato europeu em Lausanne, se não me engano em 2003, ainda estavam eles em ascensão. Gostei deles e adorei quando os vi em Pontevedra, pela primeira vez ao vivo. Continuo a gostar muito da Nikiforova como dançarina, mas menos da sua nova parceria.
O vídeo que apresentaste...já o vi vezes sem conta. Lindo...é a palavra que melhor me ocorre. Mas há outros, e também da Elena com o Slavik, como é o caso deste:
http://www.youtube.com/watch?v=CC35z5FwRzc&feature=related
Aconselho-te ainda a ver o par Eugene Katsman e Maria Manusova, de quem gosto muito e que vi ao vivo no Grand Slam de Bracelona.
http://www.youtube.com/watch?v=I58Fo3o2_B0: chachacha brutal : )
Vê ainda as danças de exibição da Yulia, seja com o Max ou com o Ricardo Cocchi: gosto muuito dela: http://www.youtube.com/watch?v=VUiPu1y1bLE
e http://www.youtube.com/watch?v=zuAyTHlSYR0
Diverte-te ; )

Cátia disse...

Claro, o Max e a Yulia :) Também tinha visto alguns vídeos desse par e gostei imenso mesmo. Tanto do trabalho do par como dela. Achei muito boa dançarina (daquilo que consigo perceber) e muito elegante!!

Não conhecia esse samba deles - "Hip hip Chin chin" - mas adorei. Gostei da coreografia, da música, da endumentária (aquelas calças dão um efeito fantástico;)) e do par, claro!

Já agora, se ainda não viu Ana, também gostei deste vídeo deles:
http://www.youtube.com/watch?v=oeK7B-59Jos

Novamente, e na minha opinião, óptima escolha de música, endumentária e coreografia. E um início com bom humor :)


Quanto ao Eugene e à Maria, gostei muito desta rumba:
http://www.youtube.com/watch?v=C5z4ulk3RR8

Adoro a música e para mim isso é ainda mais importante nesta dança, a rumba. Não consigo ver muitas rumbas apesar de adorar este estilo (é dos que mais gosto de dançar mesmo), mas para conseguir ver rumba, tenho de gostar da música.
Mas isso já é uma questão pessoal;)


Beijinhos e obrigada pelos vídeos :)

Ana Oliveira disse...

Ainda não tinha visto esse vídeo do Max e da Yulia. Aproveitei para ver outras exibições e uma rumba: http://www.youtube.com/watch?v=v1JpU0CVEeU&feature=related
A música é importante, obviamente. Aliás, o mais importante é a capacidade que o par tem de interpretar a música, a sua musicalidade. Podes gostar de ouvir uma música. Mas de certeza que passas a gostar muito mais se vires um excelente par a dançá-la e interpretá-la. O que me acontece muitas vezes, a mim e ao Vasco, é passarmos a gostar muito de músicas de danças de salão que não são grande coisa como música. Mas vimos pares muito bons a dançá-la, o que nos leva a associá-la àquele momento de qualidade : ) É tudo relativo e criado por associação.
A rumba...ainda bem que gostas de a dançar. Muitas pessoas demoram a apaixonar-se pela dança, mas não há dúvidas de que é a mãe das outras todas.

Alexandra disse...

Tenho uma grande paixão por danças de salão. Quando era mais nova os vestidos fascinavam-me, mas agora, não são só os vestidos como também a dança em si. Há cerca de 4 anos iniciei Contemporânea, pois foi a única modalidade que encontrei perto da minha casa nessa altura. Há cerca de 2 anos comecei a procurar escolas de danças de salão (para competição), mas só encontrava em Lisboa e noutras cidades. Até que encontrei uma associação onde dão aulas de danças de salão. Desde então tenho andado à procura de par. Infelizmente não consigo encontrar. É pena o que os "meninos" de hoje em dia pensam acerca dos que praticam danças de salão, o que eu acho uma parvoice. Como se não bastasse, há pouco tempo descobri que tenho um problema de saúde que não me deixará fazer da dança uma profissão. Contudo, não vou deixar de a praticar, com termos e medidas, e hei-de encontrar o meu par. Nem que seja no outro lado do mundo :P

Parabéns pelo blog e pela iniciativa!

P.S.: Adorei os vestidos que estavam/estão para venda (no post de 3 de abril), principalmente o preto e o vermelho.

Ana Oliveira disse...

Olá Alexandra! Antes de mais obrigada pela tua participação no nosso blog e esperamos que o faças sempre, contando também as tuas experiências nas danças de salão em particular e na dança em geral. Uma das que já partilhaste, a de procura incessante de par, é um problema partilhado, como deves saber. Na nossa escola temos rapazes empenhados, que gostam muito de dança e que trabalham para dar o seu melhor. A meu ver, o importante é conseguir convencê-los a experimentar primeira aula. Depois disso, em geral, eles gostam e ficam. Mas é verdade que ainda existem alguns preconceitos. Depois ainda há os dançarinos que perdem os seus pares a meio de uma época de competição e têm muita dificuldade em arranjar alguém do nível em que estavam. Isto acontece em todo o lado...
Acho que deves ser persistente na procura e, se já tens experiência em dança, deves arriscar levar isso para a frente.
Boa sorte na procura de par e espero que consigas contornar o melhor possível o teu problema de saúde. Beijinhos : )

Cátia disse...

Ana, como correu o campeonato ontem? :)


É verdade, um beijinho à Marta e boa sorte para o teu curso! Sei que ficaste colocada na tua primeira opção, Porto (espretei aqui na net, na lista de colocados no teu curso no Porto ;)) e fiquei contente por ti. Eu também consegui entrar na minha primeira opção pelo que também estou no Porto, na FEUP, por isso ainda nos vamos encontrar algumas vezes por lá :)


Beijinhos!

Ana Oliveira disse...

Parabéns, Cátia! Esperamos que tu e todos os meninos que iniciam agora a sua aventura universitária fiquem satisfeitos com a sua opção e tenham os melhores resultados possíveis.
Bom trabalho para todos. ; )